China – Já Está Operacional a Plataforma para Submissão de Dados de Segurança de Ingredientes Cosméticos
A NMPA lançou oficialmente a plataforma para submissão de informações de segurança de ingredientes cosméticos. Nesta plataforma, fabricantes Chineses ou empresas autorizadas registam-se, iniciam sessão e submetem informações relativas à segurança dos ingredientes.
Picture of Marta Pinto

Marta Pinto

Consultora Assuntos Regulamentares

REGULAMENTO COSMÉTICO CHINÊS

A implementação de um novo Regulamento de Supervisão e Administração de Cosméticos (Cosmetics Supervision and Administration Regulation – CSAR) entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2021.

Foi implementado na China um sistema de aprovação de pré-comercialização para novos cosméticos e novos ingredientes e entraram em vigor sete regulamentos importantes: Medidas Administrativas sobre Registo e Notificação de Cosméticos; Provisões para Gestão de Dossiês Registo e Notificação de Cosméticos; Provisões para Gestão de Dossiês de Registo e Notificação de Novos ; Ingredientes Cosméticos; Regras e Catálogos de Classificação de Cosméticos; Padrões para Avaliação de Alegações de Eficácia em Cosméticos; Diretrizes Técnicas para Avaliação de Segurança Cosmética 2021; Inventário de Ingredientes Cosméticos Existentes na China 2021. (ver publicação anterior)

No ano passado, a Administração Nacional de Produtos Médicos (NMPA) divulgou as versões finais dos dois regulamentos: Provisões para Gestão de Registo de Cosméticos e Dossiês de Notificação (anteriormente chamados de Instruções para Registo de Cosméticos e Dossiês de Notificação) e Provisões para Gestão de Registo de Novos Ingredientes de Cosméticos e Dossiês de Notificações. O principal objetivo destes Regulamentos é padronizar e orientar o registo e o arquivo de novos materiais e produtos cosméticos especificando os requisitos de documentação para aplicação, modificação, renovação e cancelamento de um registo e notificação de cosméticos. (ver publicação anterior)

Os cosméticos serão classificados de acordo com um sistema de codificação estabelecido pelas Regras e Catálogos de Classificação de Cosméticos. Nas Diretrizes Técnicas para Avaliação de Segurança Cosmética (Edição 2021) são esclarecidos os requisitos detalhados para qualificação para avaliadores de segurança, avaliações de segurança e o conteúdo do relatório. (ver publicação anterior)

PLATAFORMA PARA SUBMISSÃO DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE INGREDIENTES COSMÉTICOS

A NMPA lançou oficialmente a plataforma para submissão de informações de segurança de ingredientes cosméticos. Nesta plataforma, fabricantes ou empresas autorizadas iniciam sessão (fazem log in) e submetem informações relativas à segurança dos ingredientes.

Com o objetivo de ajudar as empresas a usar a plataforma corretamente e de padronizar as submissões, foi publicada uma Orientação Técnica para Submissão de Informações de Segurança de Ingredientes Cosméticos (tradução para inglês está pendente).

A NMPA realizará verificações pontuais das informações submetidas na plataforma. Neste momento, o foco principal reside nos cosméticos “gerais” que contêm ingredientes para iluminar/branquear a pele (por exemplo, o fenetil resorcinol, que é proibido).

Recentemente, a NMPA publicou um artigo científico que indicava que está a ser preparada uma lista preliminar de agentes cosméticos branqueadores/despigmentantes permitidos. Isto terá influência na definição dos cosméticos branqueadores no país.

O enquadramento legal dos cosméticos na China pode ser complexo e difícil de entender, mas a Critical Catalyst tem uma equipa de especialistas que o pode ajudar. Não hesite em contatar-nos através do nosso e-mail info@criticalcatalyst.com.

Referências:

  1. China to Release a List of Permitted Cosmetic Whitening Ingredients. Chemlinked. Dec 22, 2021. Available at: https://cosmetic.chemlinked.com/news/cosmetic-news/china-to-release-a-list-of-permitted-cosmetic-whitening-ingredients
  2. Breaking! China Launches the Long-Awaited Submission Platform for Cosmetic Ingredients Safety Information. Chemlinked. Dec 31, 2021. Available at: https://cosmetic.chemlinked.com/news/cosmetic-news/breaking-china-launches-the-long-awaited-submission-platform-for-cosmetic-ingredients-safety-information?utm_source=edm

further
reading

notícias e atualidade

Reino Unido propõe proibição de toalhetes húmidos que tenham plástico

A 24 de abril de 2024, o Reino Unido informou a Organização Mundial do Comércio (WTO) sobre uma proposta de regulamentação intitulada The Environmental Protection (Wet Wipes Containing Plastic) (England) Regulations 2024. Esta regulamentação tem como objetivo proibir o fornecimento e a venda de toalhitas humedecidas contendo plástico, incluindo aquelas usadas para cosméticos. O prazo para comentários é até 23 de junho de 2024 e espera-se que o projeto seja adotado em setembro de 2024.

Read More »
dispositivos médicos

Notificações de Segurança em Investigações Clínicas: uma Gap-Analysis das Orientações

As notificações de segurança no âmbito das investigações clínicas em dispositivos médicos são realizadas de acordo com o Artigo n.º 80(2) do RDM. Em maio de 2020, foi publicado o documento MDCG 2020-10/1, definindo os procedimentos para a notificação de segurança no âmbito das investigações clínicas com dispositivos médicos. No entanto, em outubro de 2022, o Grupo de Coordenação dos Dispositivos Médicos (MDCG) publicou uma versão atualizada do documento MDCG 2020-10/1, a orientação MDCG 2020-10/1 Rev 1. Este artigo destaca as atualizações incluídas na nova revisão, analisando as diferenças entre os dois documentos.

Read More »
dispositivos médicos

Responsabilidades de um Mandatário ao abrigo do RDM e RDMDIV  

Caso um fabricante de dispositivos médicos não esteja estabelecido num Estado-Membro da UE, os seus dispositivos só podem ser colocados no mercado da União, caso o fabricante designe um mandatário. O mandatário assume um papel essencial em garantir a conformidade dos dispositivos com a regulamentação da EU, servindo como ponto de contacto. As obrigações e responsabilidades dos mandatários encontram-se no Artigo 11 do RDM e do RDMDIV. No entanto, os requisitos relevantes são clarificados no documento MDCG 2022-16 de outubro de 2022.

Read More »
dispositivos médicos

Ciclo de Vida das Normas ISO

As Normas ISO abrangem um vasto leque de atividades, manifestando o conhecimento de peritos sobre determinados assuntos e proporcionando às entidades reguladoras uma base sólida para uma legislação mais adequada. Existe uma grande diversidade de Normas ISO, que abrangem desde o tamanho dos sapatos que calçamos à qualidade do ar que respiramos. O setor dos dispositivos médicos não é exceção. A ISO apresenta várias Normas Internacionais e orientações que auxiliam o setor a garantir que os dispositivos que chegam ao utilizador são seguros e eficientes e que os requisitos regulamentares nacionais, regionais e internacionais são cumpridos. Mas como é que uma Norma é desenvolvida, revista e revogada?

Read More »
dispositivos médicos

Alteração das Disposições Transitórias do RDM e do RDMDIV da União Europeia

O objetivo da proposta de alteração aos regulamentos é garantir a disponibilização de um vasto leque de dispositivos médicos aos doentes, sem descurar a transição para o novo quadro regulamentar. Esta proposta pretende estender o período transitório (Artigo n.º 120 do RDM), e eliminar os prazos previstos no RDM e RDMDIV da União Eurioeia para o escoamento dos dispositivos (sell-off). Os períodos de extensão serão faseados, dependendo da classe de risco dos dispositivos – dezembro de 2027 para dispositivos de alto risco e dezembro de 2028 para dispositivos de médio e baixo risco.

Read More »
dispositivos médicos

Regulamento de Dispositivos Médicos da União Europeia – Proposta de Extensão do Período de Transição

A transição para o RDM tem sido mais lenta do que o esperado pela Comissão Europeia. A capacidade insuficiente dos organismos notificados e a reduzida prontidão dos fabricantes esteve na base de uma proposta de extensão dos períodos de transição para o RDM, sendo que os prazos dependerão da classe de risco dos dispositivos.

Read More »
dispositivos médicos

MDCG 2022-18 – Artigo 97 do Regulamento de Dispositivos Médicos da União Europeia

O Artigo 97 do Regulamento de Dispositivos Médicos da União Europeia poderá ser uma solução temporária para evitar roturas no fornecimento de dispositivos médicos no mercado da União Europeia.

O documento MDCG 2022-18 apresenta uma abordagem uniforme para a aplicação do Artigo 97 do RDM a dispositivos legacy não-conformes de acordo com as condições definidas pelas autoridades competentes, limitando o impacto no fornecimento de dispositivos médicos seguros e eficientes.

Read More »
dispositivos médicos

Disponibilidade de Dispositivos Médicos na Europa após Implementação do RDM – Resultados do Questionário da Medtech Europe

A implementação do RDM é uma das prioridades para a indústria dos dispositivos médicos, que tem vindo a alocar recursos significativos para assegurar a conformidade com os novos requisitos. Apesar dos esforços, o setor permanece consideravelmente condicionado devido a uma implementação tardia e fragmentada do novo quadro regulamentar.

Read More »