Opinião Final do SCCS sobre o HAA299 (Nano)
O ingrediente HAA299 (forma não nano) tem sido usado em produtos cosméticos como filtro para radiações ultravioletas. Em 2014, o SCCS considerou que este ingrediente na sua forma não nano era seguro para uso como filtro UV em cosméticos, até uma concentração máxima de 10%. O SCCS emitiu a sua opinião final sobre o uso do HAA299 sob a sua forma nano.
Marta Pinto

Marta Pinto

Consultora Assuntos Regulamentares

HAA299 E A SUA SEGURANÇA

HAA299 (número CAS: 919803-06-8; nome INCI: Bis-(Diethylaminohydroxybenzoyl Benzoyl) Piperazine) é um composto orgânico usado como filtro para radiações ultravioletas (UV) em cosméticos e produtos de higiene pessoal. Atualmente, o HAA299 (forma nano e não nano) não está incluído nos Anexos do Regulamento Europeu relativo a Produtos Cosméticos (Regulamento (CE) N.º 1223/2009).

Em 2014, o Comité Científico de Segurança dos Consumidores (SCCS – Scientific Committee on Consumer Safety) da Comissão Europeia emitiu um parecer relativo ao uso de HAA299 como filtro para radiações UV em produtos de proteção solar. O SCCS concluiu que o uso de HAA299 na sua forma não nano (micronizado ou não micronizado, com distribuição de tamanho médio de partícula em torno de 134 nm ou maior) não representa um risco de toxicidade sistémica em humanos, quando utilizado até uma concentração máxima de 10% como filtro UV em produtos cosméticos. A avaliação de segurança do SCCS não se aplica à exposição por inalação e abrangeu apenas o HAA299 na forma não nano, não cobrindo quando este ingrediente é composto por nanopartículas.

O HAA299 tem baixa biodisponibilidade oral e evidências científicas mostram uma absorção cutânea geral de HAA299 em pele humana muito baixa ou ausente. O HAA299 não micronizado não foi um irritante dérmico quando aplicado em coelhos, mas causou uma leve irritação nos olhos de coelhos. Num teste de LLNA, não foi observada hipersensibilidade de contato retardada, mas o potencial de sensibilização de HAA299 não pôde ser excluído pelo SCCS. Estudos de fototoxicidade com HAA299 indicam que este ingrediente não tem potencial fototóxico, fotoalérgico ou fotogenotóxico.

NOVA OPINIÃO DO SCCS SOBRE O HAA299 (FORMA NANO)

O SCCS divulgou o seu novo parecer sobre a segurança do HAA299 quando usado na sua forma nano (dispersão aquosa de uma formulação de nanopartículas com excipientes que contêm o HAA299 ativo como filtro UV que foi micronizado para tamanho nano).

Os dados disponíveis indicam que o HAA299 na forma nano é um material praticamente insolúvel, com baixíssima absorção cutânea e oral. O HAA299 nano não mostrou potencial de irritação cutânea nem causou corrosão ocular ou irritação ocular grave em testes in vitro. Sensibilização da pele e potencial fototóxico são considerados improváveis.

O SCCS expressou preocupação relativamente ao uso repetido de produtos que contenham nano HAA299, devido aos efeitos inflamatórios no pulmão após exposição aguda por inalação. O Comité não recomenda o uso deste ingrediente em aplicações que possam levar à exposição dos pulmões do consumidor por inalação.

Considerando as evidências científicas atualmente disponíveis, que mostram uma absorção dérmica geral muito baixa ou ausente do ingrediente HAA299 sob a forma nano, o SCCS considera que “o HAA299, seja na forma não nano ou nano, é seguro quando usado como um filtro UV produtos cosméticos aplicados na pele até a concentração máxima de 10%”. Além disso, o SCCS indicou que a concentração máxima combinada das duas formas (nano e não nano) não deveria exceder 10% em produtos cosméticos.

O SCCS pode considerar a revisão de sua opinião se novas evidências surgirem no futuro que mostrem que o HAA299 (nano) usado como filtro UV em produtos cosméticos pode penetrar na pele humana para atingir células viáveis ​​em níveis mais elevados do que o demonstrado na apresentação.

Se desejar obter mais informações sobre a segurança de ingredientes cosméticos, não hesite em contatar-nos através de info@criticalcatalyst.com.

Referências:

  1. Regulation (EC) No 1223/2009 of the European Parliament and of the Council of 30 November 2009 on cosmetic products.
  2. Scientific Committee on Consumer Safety (SCCS). Opinion on HAA299 (nano). SCCS/1634/21. 2021
  3. Scientific Committee on Consumer Safety (SCCS). Opinion on 2-(4-(2-(4-Diethylamino-2-hydroxy-benzoyl)-benzoyl)- piperazine-1-carbonyl)-phenyl)- (4-diethylamino-2- hydroxyphenyl)-methanone (HAA299) as UV filter in sunscreen products. SCCS/1533/14. 2014

further
reading

dispositivos médicos

Disponibilidade de Dispositivos Médicos na Europa após Implementação do RDM – Resultados do Questionário da Medtech Europe

A implementação do RDM é uma das prioridades para a indústria dos dispositivos médicos, que tem vindo a alocar recursos significativos para assegurar a conformidade com os novos requisitos. Apesar dos esforços, o setor permanece consideravelmente condicionado devido a uma implementação tardia e fragmentada do novo quadro regulamentar.

Read More »
dispositivos médicos

EUDAMED – práticas harmonizadas e soluções alternativas para o IVDR até a base de dados se encontrar completamente funcional

A EUDAMED é um dos aspetos essenciais da nova legislação dos dispositivos médicos de diagnóstico in vitro – Regulamento (UE) 2017/746. No entanto, espera-se que esteja completamente funcional apenas no segundo trimestre de 2024. Até lá, como será realizada a submissão e/ ou troca de informações entre fabricante, organismos notificados e autoridades competentes?

Read More »
dispositivos médicos

EUDAMED – atualização do cronograma de implementação

A EUDAMED é um dos aspetos fundamentais da nova legislação dos dispositivos médicos (Regulamento (UE) 2017/745) e dos dispositivos médicos de diagnóstico in vitro (Regulamento (UE) 2017/746), e é expectável que se encontre plenamente funcional no segundo trimestre de 2024.

Read More »
notícias e atualidade

UK OPSS solicita dados sobre seis ingredientes cosméticos

A 14 de julho de 2022, o Office for Product Safety and Standards (OPSS – o regulador do Reino Unido para produtos cosméticos) emitiu um pedido de dados sobre a segurança de seis ingredientes cosméticos para investigar quaisquer propriedades suspeitas de desregulação endócrina.

Read More »
notícias e atualidade

Notificação da Comissão Europeia à WTO Relativa à Alteração dos Anexos III e VI do Regulamento Relativo a Produtos Cosméticos

A Comissão Europeia notificou a World Trade Organization (WTO) de um projeto de alteração ao Regulamento (CE) N.º 1223/2009 relativo aos produtos cosméticos. São esperadas alterações aos Anexos III e VI do Regulamento, relativamente aos ingredientes: BHT, Acid Yellow 3; Resorcinol; HAA299; e Homosalate.

Read More »
notícias e atualidade

Recomendação da Comissão Europeia sobre a Definição de Nanomaterial

Os nanomateriais são cada vez mais utilizados ​​em produtos cosméticos. Estes ingredientes são semelhantes a outros químicos/substâncias. Contudo, existem riscos específicos associados à sua utilização. A Comissão Europeia publicou uma nova Recomendação com o objetivo de clarificar a definição de Nanomaterial. Esta definição pode servir diferentes objetivos políticos, legislativos e de investigação repeitantes a materiais ou questões relacionadas com produtos de nanotecnologias.

Read More »
notícias e atualidade

Novas Restrições ao Uso de Benzophenone-3 e Octocrylene como Filtros UV em Produtos Cosméticos

A 7 de julho, a Comissão Europeia publicou o Regulamento (UE) 2022/1176 da Comissão, que altera o Regulamento (CE) nº 1223/2009 no que diz respeito à utilização de determinados filtros para radiações ultravioletas em produtos cosméticos. A utilização de Octocrylene e Benzophenone-3 será limitada, tendo em conta os pareceres emitidos pelo CCSC.

Read More »
notícias e atualidade

Restrições Esperadas ao Uso de Salicilato de Metilo

A Comissão Europeia notificou a World Trade Organization (WTO) relativamente a de um projeto de alteração do Regulamento (CE) N.º 1223/2009 relativo aos produtos cosméticos. O Anexo III do Regulamento será alterado e o uso de Salicilato de Metilo em produtos cosméticos estará sujeito a restrições.

Read More »
notícias e atualidade

Rotulagem Ambiental de Produtos Cosméticos em Itália e França

Embora o Regulamento Europeu relativo aos Produtos Cosméticos seja aplicável a todos os produtos cosméticos disponibilizados no mercado da União Europeia, algumas legislações nacionais podem também ser aplicáveis. As legislações ambientais Italianas e Francesas especificam os requisitos obrigatórios de rotulagem ambiental aplicáveis ​​aos produtos comercializados nesses países.

Read More »